A CPI, as enchentes, as dificuldades

12 Abr

Há não muito pouco tempo, no dia 24 de fevereiro, a Câmara Municipal de São Paulo, sob iniciativa da bancada do PT instalou a “CPI da Enchentes”. A Comissão, como permanente que é, terá 120 dias para sair “à busca dos culpados”, como disse o vereador Adilson Amadeu (PTB) em entrevista concedida à rádio CBN (http://cbn.globoradio.globo.com/sao-paulo/2010/03/17/SEM-PRIMEIRA-SESSAO-DA-CPI-DAS-ENCHENTES-VEREADORES-RECLAMAM-DE-FISCALIZACAO-DO-SISTEM.htm) pelas enchentes que ocorreram entre dezembro e março deste ano em vários pontos da cidade, ou, em outros termos, a CPI objetiva investigar contratos e convênios de execução de serviços de limpeza” de bueiros, bocas-de-lobo, como atesta pequena nota do “Estado Online” (http://www.estadao.com.br/noticias/geral,vereadores-de-sao-paulo-aprovam-cpi-das-enchentes,516302,0.htm).

Tais enchentes causaram males ao quadrado: perderam-se carros; desmoronaram-se casas que se localizam, por razões de política habitacional, em regiões inapropriadas; etc. etc. etc. De sorte que, apesar de o problema não se esgotar tão-só em sujeiras acumuladas (e por que não fazer uma comissão para investigar também porque as pessoas que moram em locais inapropriados? http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/10427) a Comissão tem sua “razão de ser”, e de sobra.

Mas, há uma disputa interna entre os próprios membros da CPI. Enquanto o presidente Adilson Amadeu duvida (“A fiscalização é precária”, diz ele) e questiona quanto aos serviços (“Quem já viu limpar um bueiro ou boca-de-lobo na sua rua?”, questiona na entrevista à emissora de rádio). Ao contrário, o integrante José Police Neto (PSDB), parece satisfeito com as empresas de limpeza, pois ele contrapõe dizendo “já, já vi limpar sim”. O que de certo modo pode dificultar o andar da carruagem. Dado que, além da oposição feita entre ambos, Police Neto faz parte da base aliada da Prefeitura de Kassab, que ficou com em “crise” de imagem depois das enxurradas ocorridas.

Além disso, logo na primeira reunião, relata o blog da Comissão (WWW.cpienchentes.wordpress.com) apenas dois (o presidente da Comissão e o integrante Toninho Paiva) dos nove participantes da Comissão compareceram. Como não houve quórum, a reunião foi adiada.

A próxima reunião (4ª), livre para todo o público, ocorrerá no próximo dia 14 deste mês, das 10h às 15h, e ouvirá os subprefeito de São Miguel, Miguel Persoli, e o representante da subprefeitura de Ipiranga, o representante da EMURB (Empresa Municipal de Urbanização), além dos moradores que sofreram com as enchentes.

Muito obrigado.

M.A.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: